sábado, 27 de agosto de 2011

Martha Medeiros

"Nada tenho a ver com não gostar de mim. Me aceito impura, me gosto com pecados, e há muito me perdoei."

"Amar cria raiz, sim. Cria, independentemente de ser verbalizado. Basta sentir o amor para que fiquemos dependentes dele, uma dependência boa, daquilo que nos faz sentir vivos."

4 comentários:

  1. Martha Medeiros, adoro...parabéns pelo blog.... vou seguir. Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Adorei o seu blog e o conteúdo dele.
    Tem post novo no nosso blog, dá uma passadinha lá? =)
    Que você tenha um excelente final de semana!
    Beijão

    http://www.thepastimeloveme.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Amo Martha Medeiros, por esses e outros motivos, o post ficou divino.
    http://www.lollyoliver.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Sou suspeitíssima para falar porque, se fosse homem, casava com a Martha. :-) Babo em tudo que ela escreve e não sei nem por onde começar a elogiá-la. Como ela mesma disse, esse tanto de amor nem precisa ser verbalizado, a dependência já está criada, indizivelmente. Beijos e sucesso no blog!!!

    ResponderExcluir