segunda-feira, 9 de julho de 2012

Que sejam!


Que essa noite eu durma serenamente como quem termina...
Que minhas feridas sejam vasos para o florir que me espera.
Que o encontrar de olhos sejam espelhos de minha alma, que falem por mim...
Que a cada sol, venha minha " Essência" arraigar ao sagrado em que habito.
Que a cada despertar, durma serenamente  como quem  finda dentro de si, os medos...os feios.
Que sejam inteiras, completas e plenas...minhas metades. Que sejam!

2 comentários:

  1. Francinete Arruda9 de julho de 2012 12:30

    Texto conciso e profundo.Poucos tem esse dom.
    Parabéns, belo blog!
    Francinete

    ResponderExcluir
  2. Amore...
    É de suspirar...
    Vem da alma.

    Nhadya

    ResponderExcluir