sábado, 19 de novembro de 2011

Diáfana




Minhas noites de luas eclipsadas é que me fazem buscar a luz interior.
Sem mais ilusão da noite, sem olhar para cima em busca de rastros; até os cometas deixam rastros...
Só quis me vestir apropriadamente para o momento que estou vivendo; dançar ao ritmo do que embala meu peito; ir para onde o pensamento está; sem invadir e nem me sentir ridícula por isso. 
Limites?!!  Devem ser esses escritos, que agora me relembram constantemente, que deveria ter usado um espelho antes de sair de minha toca, antes de expor-me tão confiante de que seria sentida. 
Não acredito que haja outra lua que me inspire sair de mim como foi com essa, e nem que a mesma lua me altere os instintos novamente a ponto de descuidar das aparências que protegem.

10 comentários:

  1. Seu blog deveria ser indicado para os homens, descreve perfeitamente os sentimentos femininos.
    Você é maravilhosa.:D

    ResponderExcluir
  2. difícil até comentar... me senti bem leigo agora xD

    "Limites?!! Devem ser esses escritos,"
    ou não... as vezes o melhor é ultrapassa-los^^

    ResponderExcluir
  3. Bem interessante o texto.

    ***
    Escrevo pro: http://cafedefita.blogspot.com/
    (Patrícia Araújo - Colaboradora)

    ResponderExcluir
  4. Parabens pelo blog! Ja estamos seguindo

    ResponderExcluir
  5. Ah, só uma coisa, você sabe que seu espaço é demais não sabe? eu nem precisava ressaltar isso... hahahaaahaha!

    ResponderExcluir
  6. Liiindo! Parabéns pelo blog. Venha me visitar, vc vai gostar: mairacintra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. lua, como uma palavra de tres letras pode ser tão forte? quanta coisa vem com ela... as mulheres e a lua, segredos.

    Banquete dos Mendigos

    ResponderExcluir