quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Minha Essência

Cheguei a me dividir, sentia que existia outra dentro de mim, e essa eu não reconhecia e portanto me dava sempre aquela sensação  que a qualquer hora eu me surpreeenderia comigo.Como poderia ser isso?! Ainda bem que tive  certeza que tinha um porquê e saber que não foi imaginação minha, me reequilibrou( auxílio amigo)
Tenho por mania anotar tudo que acontece comigo, até os sonhos. Esse comportamento tem me ajudado muito,tenho me lido e interpretado (rsrs), pelo menos tenho a certeza que alguns sentimentos que tem me tomado a mente e o core me perturbaram um pouco, mas não são permanentes e nem relevantes no que preciso para viver essa vida.
Me desesperei , fui ao extremo, cheguei ao cumulo do absurdo(mirabolante) tentar ser pra outra pessoa  diferente do que sou, agindo de forma que ela me rejeitasse a presença, isso tudo por não me sentir com forças pra isso.( ser o que ninguém quer não tem sido fácil, me superei dessa vez)
Achava que eu estava andando firme com saltos da maturidade, me sentia senhora de mim... nadinha! era mais uma vez a minha criança com travessuras brincando de ser adulta.
Devo ter ganhado uns anos a mais nessa última experiência , não quero cometer os mesmos erros comigo, e nem precisar errar tanto para crescer.
Estou relaxada e confiante e sinto que iniciei dias de paz, desisti de medir forças. Essa luta interior travada entre meu core e minha mente me deixou mais alerta, porém mais pacifica com a vida.
Estou sendo mais tolerante comigo e mais amorosa, sem tantas exigências. 
O amor incondicional transcende qualquer tempo e amar-se incondicionalmente não é egoismo ( ao menos é assim que agora me sinto) é reverenciar o sagrado em mim, que me aceita como estou e no tempo que preciso para entender-me completamente.
E assim vou fazendo o que pensei que não sabia; vivendo!

10 comentários:

  1. Pois é. É vivendo que a gente vai sendo, se achando e se perdendo. Acredito mais na transformação, ainda que seja quase imperceptível, do que na essência(acho uma ilusão muito antiga).

    ResponderExcluir
  2. amar-se não é egoísmo, e querer amar direito!

    ResponderExcluir
  3. Realmente amar a si meso não é egoismo é poder reconhecer e sentir a propria essencia e aceita-lá.

    =]

    ResponderExcluir
  4. amar-se é uma questão de coragem. alguns acham que é egoismo, mas é simplesmente se valorizar com um pouco de humildade.

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw...

    ResponderExcluir
  5. Acredito não ter como amar outra pessoa sem amar-se primeiro!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do seu blog.
    te sigo.

    Visite o meu tbm
    http://mensagensengarrafadas.blogspot.com/

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Me lembrei da Vênus do Botticelli... rs

    ResponderExcluir
  8. Meu Deus,parece que foi feito para mim!!!
    Me identifiquei completamente,juro para você;
    Amei muito *-*

    ResponderExcluir